28 de Setembro: Pastoral Familiar promove jornada nacional com preocupação de «discernir o acompanhamento dos casais novos» (Inscrições até 15 de Setembro)

A Jornada Nacional da Pastoral Familiar, aberta a todas as famílias, terá lugar no próximo dia 28 de setembro às 9h30m, em Fátima, no Salão do Bom Pastor, Edifício Paulo VI. Sob o tema “Discernir o Acompanhamento dos Casais Jovens”, as famílias são convidadas a refletir sobre a importância, a necessidade e a urgência do acompanhamento dos casais jovens.

O Departamento da Pastoral Familiar da Arquidiocese de Évora associa-se a esta iniciativa e informa que as inscrições deverão ser remetidas até 15 de Setembro de 2019 para o e-mail: d.familia@dioceseevora.pt

Numa nota enviada à Agência ECCLESIA, o Departamento Nacional da Pastoral Familiar informa que o encontro tem como objectivo “sensibilizar para a importância, a necessidade e a urgência” do acompanhamento dos casais jovens a partir da “criação de estruturas paroquiais e outras” sustentadas por casais de vida cristã com “capacidade para acolher, acompanhar e inserir” na vida da Igreja.

Segundo o Departamento Nacional da Pastoral Familiar, este acompanhamento realiza-se em “linha com as preocupações” do Papa Francisco e da Conferência Episcopal Portuguesa e a jornada aborda o capítulo VI da Exortação Apostólica ‘Amoris Laetitia’, publicada depois do Sínodo dos Bispos dedicado ao tema da família.

O programa ‘Discernir o acompanhamento dos casais novos’ conta, por exemplo, com a conferência ‘Acompanhamento dos primeiros anos de vida matrimonial’, pelo padre Miguel Almeida, da Companhia de Jesus (Jesuítas), e ‘experiências de acompanhamento de casais jovens’ que finaliza com o testemunho de um casal jovem que beneficiou desse serviço.

A organização destaca também a intervenção ‘a arte de ajudar os casais jovens: acolher – motivar – envolver”, pelo padre e psicólogo João de Deus Costa Jorge, a partir de três momentos que os casais jovens procuram a Igreja: Pelo matrimónio, para pedir o baptismo para o filhos e para a primeira comunhão.

A jornada que começa com o acolhimento às 09h30 vai terminar com a síntese pastoral, envio e encerramento por D. Armando Domingues, bispo auxiliar do Porto e vogal da Comissão Episcopal Laicado e Família.

 

JornadasNacionaisPastoral2019_2

 

Contactos