4 de Agosto: Imposição do Escapulário na igreja de Santo Antão em Évora

John Mathias Haffert, autor do livro “ Maria na Sua Promessa do Escapulário”, entrevistou uma vez a irmã Lúcia e perguntou-lhe, porque é que Nossa Senhora na sua última aparição em Fátima, segurava o escapulário na mão?
E a irmã Lúcia respondeu:
– É que a Nossa Senhora quer, que todos usem o escapulário.
Seguindo o exemplo dos últimos quatro anos e devido ao grande interesse mostrado pelos crentes, vai-se celebrar pela quinta vez, na Igreja de Santo Antão, na Praça do Giraldo em Évora, o ritual da Benção e Imposição do Escapulário, que será presidido pelo Sr. Cónego Manuel Maria Madureira.
Estamos a viver uma época, em que se procuram os mais variados tipos de talismãs, contra o mau olhado, para proteção, para dar sorte, para nos curarmos, e como formas de se “resolverem” todos os nossos problemas e esquecemo-nos, que tudo isto está em contradição com a nossa fé católica.

O que é o Escapulário?
É um Sacramental, Sinal Mariano, de salvação, proteção, defesa, de Aliança e Consagração a Nossa Senhora, e não é um amuleto!!!
Através dele muitos milagres e curas aconteceram. Época houve, em que era imposto aos bebés, no acto do baptismo.
Infelizmente caíu em desuso e hoje, já pouco ou nada, se ouve falar do escapulário.
Nós queremos lembrá-lo e fazer frente a estes tempos, em que se recorre tanto a amuletos e, nos esquecemos dos “tesouros escondidos” na Nossa Santa Igreja, os Sacramentos e os Sacramentais, doados por Deus, para nossa salvação, cura, perdão, protecção e defesa.
Este Sacramental, existe há mais 700 anos, desde que Nossa Senhora do Carmo o deu a S. Simão Stock.
Ele, estando em grande aflição e desespero, pediu ajuda à Virgem do Carmelo, Ela apareceu-lhe e deu-lhe o escapulário, como sinal de ajuda.
Inicialmente, era imposto apenas aos carmelitas, mais tarde abrangeu outras ordens religiosas e os leigos também. Foi aprovado pela igreja católica há 700 anos e agrega-nos à Família Carmelita.
É uma grande “arma” de salvação e proteção, se vivermos segundo as exigências de uma vida cristã.
Lembro mais uma vez, que não é um amuleto, é um sacramental, que só pode ser benzido e imposto uma vez na vida e por um sacerdote.
A quem morrer com o escapulário, a Virgem Maria, prometeu-nos a salvação e ofereceu-nos o chamado Privilégio Sabatino (não seremos condenados ao inferno e logo no sábado a seguir à nossa morte, Ela mesmo, nos tirará do purgatório e levará para o céu), isto, se seguirmos os preceitos de uma vida cristã.
Só podem receber o escapulário, as pessoas que estiverem em estado de poderem receber os Santos Sacramentos e também bebés. Todos os que o receberem, serão agregados à Ordem Terceira dos Carmelitas.

A todos os interessados, convidamos a estarem no domingo, dia 4 do mês de Agosto, às 11.00h, na Igreja de Santo Antão, na praça do Giraldo em Évora.
Aí, receberão todas as informações e tudo o que irão precisar, para a celebração da Imposição.

Para alguma questão contacte o T.m. : 919013452.

M.F.H.

Contactos