Jornada Diocesana do Apostolado da Oração congrega mais de uma centena

No dia 2 de Março, conforme o Plano Pastoral da Arquidiocese de Évora, realizou-se a Jornada Diocesana do Apostolado da Oração, que reuniu no Seminário Maior cerca de cento e trinta associados (as) e zeladores (as) dos vários Centros Paroquiais do Apostolado da Oração. Se, em meados do século passado, o Apostolado da Oração, fundado em 1844, no Sul de França e introduzido em Portugal em 1864, estava activo na maior parte das paróquias e constituía um dos principais Movimentos da Igreja Católica, juntamente com a Acção Católica, hoje já não acontece o mesmo, infelizmente. Contudo, é com muita alegria que começamos a observar um crescente rejuvenescimento do Apostolado da Oração que, segundo os Novos Estatutos, deixou de ser um simples “Movimento” para ser uma “Obra Pontifícia” por desejo expresso do Papa Francisco, justificando a designação actual de “REDE MUNDIAL DE ORAÇÃO DO PAPA” (RMOP), na qual fica inserido e que inclui a secção juvenil “Movimento Eucarístico Juvenil”. Entretanto, o Apostolado da Oração continua assim a designar-se nos países onde se encontrava já estruturado.
Se a Arquidiocese de Évora tem 158 paróquias, o Apostolado da Oração só se encontra activo em cerca de 30, as quais estiveram presentes, na sua maioria, nesta Jornada Diocesana: Sé, S. Mamede, S. Brás, Nossa Senhora Auxiliadora e Nossa Senhora de Fátima (Évora), Reguengos, Mourão, Monte de Trigo, Portel, Alcáçovas, Montemor-o-Novo, Mora, Pavia, Cabeção, Redondo, Vila Viçosa (Nossa Senhora da Conceição e S. Bartolomeu), S. Tiago Maior, Estremoz, Elvas, Campo Maior e Fronteira. Registo também a presença de duas paróquias como observadoras: Azaruja e Aguiar.
Os trabalhos foram orientados pelo Director Nacional, Padre António Valério, e decorreram entre as 9,45 horas e as 17 horas. O arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho, esteve presente a partir do almoço. Os Novos Estatutos e o Regulamento Interno, aprovados pelo Papa Francisco, em 27 de Março de 2018, assim como a comemoração dos 175 anos do Apostolado da Oração, foram alguns dos temas abordados na Jornada. Foram distribuídos os cartazes e os desdobráveis apelando à inscrição no Colóquio a realizar em Fátima sobre o Coração de Jesus (Auditório Paulo VI), no dia 19 de Outubro, assim como à participação massiva na Peregrinação Nacional, no dia 20 de Outubro, que coincidirá com o encerramento do ANO MISSIONÁRIO e contará com a presença de todos os bispos portugueses.
Nas três sessões de reflexão, o Director Nacional recordou: 1) A Mensagem quaresmal do Papa Francisco, onde apela à conversão interior, em sintonia com a natureza criada por Deus, através da oração diária, da penitência (renúncia) e da partilha (solidariedade), acrescentando que a “lógica da Páscoa” é a “lógica da cruz”; 2) Exortação Apostólica “Alegrai-vos e Exultai”, recordando as palavras de Jesus: “Se não vos comportardes como crianças, não entrareis no reino dos Céus”, ao mesmo tempo que evocava o exemplo de Santa Teresinha do Menino Jesus, que foi associada do Apostolado da Oração, e dos Pastorinhos de Fátima; 3) Exortação Apostólica “A alegria do Evangelho” que propõe como lema de vida: a alegria de viver como Jesus e o “oferecimento das obras do dia” como modelo de oração para todo o cristão.
A Jornada Diocesana terminou na igreja paroquial de São Mamede, com a participação na eucaristia presidida por D. Francisco Senra Coelho e concelebrada pelo Director Nacional, P. António Valério, pelo Director Diocesano, P. Fernando Marques e pelo Director dos Centros Paroquiais da Unidade Pastoral de Mora (Mora, Pavia e Cabeção), P. Joaquim Pinheiro. O arcebispo de Évora que já havia recordado que o Apostolado da Oração continua bem actual, porque é transversal a todos os “Movimentos e sensibilidades eclesiais”, apelou e desafiou todos os associados do Apostolado da Oração a serem “ovelhas-pastoras”, à imitação de Jesus o “Bom Pastor”.

P. Fernando Marques
Director Diocesano

A. O. Jornada Diocesana-2019

Contactos