Comissão Diocesana: Comunicado a todos os agentes da Pastoral da Saúde

Neste momento, em que o país e o mundo atravessam uma grave crise de saúde pública, devido à pandemia por COVID-19, desejamos dirigir-nos a todos os que se dedicam à Pastoral da Saúde na Arquidiocese de Évora.
Em primeiro lugar, fazemos votos de que todos possam, juntamente com as vossas famílias, superar favoravelmente esta pandemia.
Em segundo lugar, queremos deixar alguns alertas e sugestões, no que à Pastoral da Saúde diz respeito, especialmente no que se refere ao papel dos Ministros Extraordinários da Comunhão e dos Visitadores de doentes.
1. Todos os que trabalhamos na Pastoral da Saúde, temos uma obrigação suplementar de cumprir, exemplarmente, as recomendações das autoridades sanitárias, nomeadamente da Direcção Geral de Saúde (www.dgs.pt). E devemos ser agentes de divulgação dessas orientações, tendo sempre o cuidado de transmitir apenas informação fiável, de fontes credíveis.
2. Apesar do cancelamento das actividades pastorais habituais, a comunidade cristã precisa de encontrar formas de manter e alimentar a comunhão na fé. Somos todos desafiados a sermos alento e amparo uns para os outros, recorrendo aos meios disponíveis.
3. No caso concreto dos visitadores e MEC’s, que exercem o ministério de presença e acompanhamento das pessoas doentes em nome da comunidade cristã, pedimos e sugerimos que encontrem formas alternativas de acompanhamento. Estando completamente desaconselhado qualquer contacto pessoal, esse acompanhamento pode manter-se através de um telefonema, uma mensagem ou garantindo a prestação de pequenos serviços de ajuda (sempre assegurando as precauções sanitárias).
No essencial, trata-se de manter viva a comunidade e a ligação dessa comunidade com as pessoas doentes que dela fazem parte. Somos Igreja, na saúde e na doença. Sabemos que todos vivemos dias de preocupação e incerteza. Saibamos animar-nos uns aos outros, conscientes da fraternidade humana que nos une e da fé que nos congrega. Sejamos sinais de esperança e instrumentos do amor e do conforto que vem de Deus.

Évora, 20 de Março de 2020
Comissão Diocesana da Pastoral da Saúde

Contactos