Comunicado: Família Monástica de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno

Comunicado do Departamento de Comunicação da Arquidiocese de Évora

25 de Janeiro de 2020

 

Família Monástica de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno

 

A propósito da reportagem do programa “Sexta às 9” da RTP 1, emitido nesta sexta-feira, dia 24 de Janeiro de 2020, o Departamento de Comunicação Social da Arquidiocese de Évora informa:

 

1 – A presença da Família Monástica de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno, no Mosteiro de Nossa Senhora do Rosário, na Arquidiocese de Évora, cumpre todos os requisitos legais e canónicos.

 

2 – A Comunidade Monástica do Mosteiro de Nossa Senhora do Rosário conta com a assistência religiosa do presbitério da Arquidiocese de Évora e com o total apoio e proximidade do Arcebispo de Évora que, por exemplo, no passado dia 22 de Dezembro de 2019, último domingo do Advento, celebrou a Eucaristia dominical no Mosteiro e confraternizou com a Comunidade Monástica.

 

3 – Como em todas as comunidades humanas e religiosas, nem todas as experiências vocacionais correm pelo melhor. Contudo, a Arquidiocese de Évora reza por todas as experiências quer sejam positivas quer sejam negativas.

 

4 – No passado dia 19 de Janeiro, o Arcebispo de Évora deslocou-se propositadamente ao Mosteiro do Couço, onde concedeu uma entrevista de cerca de hora e meia na qual respondeu a todas as perguntas colocadas pelo jornalista Luís Vigário e facultou, para consulta, todos os documentos oficiais em sua posse, tendo confirmado documentalmente todas as respostas. Perante todos os esclarecimentos prestados ao programa, na longa entrevista concedida, na qual estiveram também presentes duas Irmãs da Comunidade do Mosteiro, o Arcebispo de Évora entendeu não dever participar no Programa em directo. Lamentavelmente, dessa longa entrevista concedida, na reportagem emitida foram citados apenas alguns escassos e insignificantes momentos.

 

5 – A Arquidiocese de Évora e o seu Arcebispo estão disponíveis para todos os esclarecimentos que sejam tidos como necessários sobre a presença na Arquidiocese da Família Monástica de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno e sobre o Mosteiro de Nossa Senhora do Rosário.

 

6 – A Família Monástica de Belém, da Assunção da Virgem e de São Bruno nasceu no dia 1 de Novembro de 1950 e chegou a Portugal em 2001, altura em que uma fundação começou, em casas provisórias, na Quinta de Calhariz, diocese de Setúbal.

 

7 – Em 2007 as monjas receberam a oferta de um terreno para construir um mosteiro na Arquidiocese de Évora, reunindo todas as condições para viverem a vocação a que são chamadas: uma vocação contemplativa segundo a sabedoria de vida de São Bruno. Este Mosteiro, dedicado a Nossa Senhora do Rosário, localiza-se no limite do Ribatejo com o Alentejo, a 8 Km da vila do Couço.

 

8 – No dia 24 de Junho de 2013, D. José Francisco Sanches Alves, Arcebispo de Évora na altura, abençoou as primeiras construções do novo Mosteiro na Arquidiocese. Desde esse dia algumas monjas habitam neste lugar, no louvor e na intercessão pelo mundo inteiro – e mais especialmente por Portugal.

 

9 – Na 1ª etapa foram construídos uma pequena capela, 6 eremitérios, um refeitório e uma cozinha. Neste momento decorre a segunda fase de construção que oferecerá melhores condições para acolher a quem chega. O Mosteiro tem sempre a porta aberta às pessoas que desejem respirar a sua paz, na solidão habitada por quem deixou tudo por Deus.

 

10 – Para que se conheça melhor o Mosteiro de Nossa Senhora do Rosário, sugere-se o visionamento da reportagem do Programa da TVI “Oitavo Dia”, emitido no dia 10 de Janeiro de 2016.

 

 

 

 

 

Contactos