D. Francisco José Senra Coelho desafia a Arquidiocese de Évora a ser “Igreja em saída”

No passado dia 22 de Outubro de 2017, o Papa Francisco proclamou o mês de Outubro de 2019 como “Mês Missionário Extraordinário”, tendo por motivo a celebração do centenário da promulgação da Carta Apostólica “Maximum illud”, do Papa Bento XV.

Em Nota Pastoral, publicada no dia 25 de Setembro, o Arcebispo de Évora escreve que “há um ano atrás, compromete-nos, nas peugadas do Papa Francisco, a vivermos como um autêntico ano missionário, sob o lema “discípulos missionários”, assumindo que, ao longo do ano pastoral, viveríamos momentos onde a atitude missionária pessoal e comunitária fosse mais forte, o que, graças a Deus, aconteceu em vários lugares da nossa vasta Arquidiocese”.

“Estando nós muito próximos do mês de outubro, sendo ele o encerramento deste Ano Missionário, venho convidar cada um de vós a vivermos intensamente este mês missionário com gestos e atitudes que reflitam que somos e queremos ser mais e mais uma “Igreja em saída”, vizinha de todos e com todos comprometida”, desafia o Prelado Eborense.

“Maria é paradigma e modelo da Igreja em saída para fomentar a comunhão”, sublinha D. Francisco José Senra Coelho, acrescentando que “neste mês de outubro, Maria terá que ser sempre, uma figura visivelmente presente. Ela ensina-nos a dizer sim, mesmo quando os nossos passos são vacilantes ou incertos. Ela dá-nos Jesus. Gera-O no seu sim e no seu ventre. Ela mostra-nos Jesus. Ela guia-nos para Jesus. Ela manda-nos obedecer a Jesus: ‘Fazei tudo o que Ele vos disser'”.

Entretanto, numa síntese da Nota Pastoral, publicada no jornal “a defesa” de 25 de Setembro, o Arcebispo de Évora convida “cada Presbítero, Diácono Permanente, Religioso ou Religiosa, Pessoa Consagrada, cada Família Cristã e cada Comunidade, Movimento Eclesial ou Grupo de Vida a fazer deste Outubro Missionário um encontro com Cristo para todos nós e para muitos que são periferia social e existencial nas nossas comunidades”, escreve D. Francisco José Senra Coelho que desafia “os Jovens a fazer acontecer Cristo entre os seus irmãos jovens!” “Peço aos queridos irmãos doentes e mais idosos que unam as suas orações e sofrimentos e se tornem missionários na Cruz!”, convida o Arcebispo de Évora.

Em declarações ao semanário “a defesa”, o Prelado Eborense desafia “cada Paróquia, cada Movimento, cada Grupo de Pastoral, a viver o próximo mês de Outubro com gestos concretos”, por exemplo, “com a realização de uma Vigília de Oração pelas Missões, com a participação na Peregrinação Nacional do Ano Missionário ao Santuário de Fátima, no dia 20 de Outubro, e com a realização de iniciativas locais no âmbito sócio-caritativo”.

D. Francisco José Senra Coelho é o primeiro a dar o exemplo de uma Igreja em saída e publica ainda na edição de 25 de Setembro de “a defesa”, uma agenda que ele próprio irá realizar ao longo deste Outubro Missionário, intitulada “Arcebispo de Évora em saída”:

Outubro Missionário

Arcebispo de Évora em saída:

Dia 2 – 19.15h. Celebração da Eucaristia e encontro com a Pastoral Universitária no “Casarão “, em Évora.

Dia 3 – 11h. Encontro com a Comunidade do Centro de Recuperação de Menores, em Assumar, sob a coordenação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus.

Dia 4 – 16h. Eucaristia e encontro na Fundação Frei Eurico de Melo com os membros ligados ao Instituto Secular “Seara”, dinamizador missionário do bairro Lusitano em Évora.
Dia 4 – 19h. Eucaristia e encontro com a Obra de S. João de Deus em Montemor-o-Novo.

Dia 12 – 15.30h. Encontro com o Movimento “Fé e Luz”, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Évora.

Dia 16 – 15h. Visita à Capelania do Hospital do Espírito Santo em Évora.

Dia 17 – 21h. Vigília Missionária com os Seminários de Évora.

Dia 20 – Participa na Peregrinação Nacional do Ano Missionário ao Santuário de Fátima.

Dia 22 – Visita à Capelania do Estabelecimento Prisional de Évora.

Dia 23 – 10h. Visita à Capelania do Estabelecimento Prisional de Elvas.
Dia 23 – 11h – Visita à Capelania do Hospital de Elvas.

Contactos