Presépios do Norte de Portugal patentes na Igreja de São Francisco

Está patente até ao final de Outubro de 2018 na Galeria Norte da Igreja de São Francisco, em Évora, uma nova exposição temporária de presépios da riquíssima e vasta Colecção Canha da Silva.
Depois das exposições temporárias dedicadas ao Alentejo (2016) e a África (2017), está patente uma nova exposição temática, desta vez dedicada ao Norte de Portugal.
“O conceito de artesanato remete para um tipo de produção ligado a uma determinada comunidade, afirmando-se pela reconhecida componente cultural. Pretende-se, nesta exposição, criar um espaço que convide a aprofundar o conhecimento do artesanato do norte de Portugal na sua expressão de intensa religiosidade, usufruindo ao mesmo tempo desta arte tão variada e bela”, pode ler-se numa nota de imprensa enviada às redacções pela Igreja de São Francisco, que acrescenta que a “colecção Canha da Silva é formada por cerca de 300 presépios desta região, dos quais 207 estão aqui expostos e 37 integram a exposição permanente.
Segundo a nota, característicos são os trabalhos em barro, a cestaria, a tecelagem manual, a latoaria, as rendas e os bordados, que no Minho se mostram de maneira mais exuberante e variada. As rendas de bilros surgem sobretudo nas localidades do litoral, como Vila do Conde, confirmando o ditado popular “onde há redes há rendas”.
Destaca-se ainda, segundo a nota, a produção de Barcelos, com um figurado pleno de encantamento que afirma no barro vermelho a sua devoção. Cada boneco assume-se como um objecto de culto caracterizado por cores exuberantes, num imaginário de bestas e monstruosidades, de diabos e de figuras religiosas numa mescla de respeito e malandrice.
“Estes presépios são um excelente exemplo do artesanato tradicional que tem vindo a adaptar-se e a conviver com outras manifestações, e do “novo artesanato”, “artesanato contemporâneo” ou “artesanato urbano”, que recria novos modelos utilizando outros materiais e tecnologias”, sublinha a nota de imprensa.
A Igreja, a Capela dos Ossos, o Núcleo Museológico e a Colecção de Presépios estão abertas todos os dias, das 9H00 às 17H00.