Arcebispo de Évora presidiu à Eucaristia da Festa da Sagrada Família

No dia 26 de dezembro, pelas 11h30, o Arcebispo de Évora, D. Francisco José Senra Coelho, presidiu à Eucaristia dominical da Festa da Sagrada Família de Jesus, Maria e José, na Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Tourega, em Valverde (Évora), dado que o Pároco, o Padre Alberto Aniceto Dâmaso Dangala teve de se deslocar com urgência a Angola para acompanhar a sua mãe e a sua família.
À homilia, o Prelado eborense lembrou que a “família é, no contexto da natureza humana, o berço da vida, sem a qual se guardam para sempre consequências da sua ausência”.
“Não se pode fazer um mundo melhor sem a opção preferencial pela família: permitindo-a, possibilitando-a; defendendo-a”, sublinhou D. Francisco Senra Coelho, que defendeu que “poder constituir uma família é um direito natural da pessoa humana”.
Juntando-se às preocupações do Papa Francisco, o Arcebispo de Évora sublinhou o “insubstituível valor da mulher, do seu coração maternal e da sua aliança natural com a vida”, defendendo assim o seu lugar na família e na sociedade e lamentando o crescimento da violência doméstica, na qual, com muita frequência, a mulher é vítima.
“Importa que as novas gerações recebam testemunhos vivos de respeito e de defesa da dignidade da mulher”, referiu o Prelado eborense.
Ao concluir a homilia, o Arcebispo de Évora disse ainda que “a Paróquia é família de famílias, sendo que a família é o lugar da primeira experiência da fé”.