Arcebispo de Évora presidiu a Solene Concelebração em Aviz

No passado Domingo, dia 12 de Julho, pelas 18h00, na Igreja Paroquial de Aviz, a última sede Paroquial do Pe. Francisco Pacheco Alves na Arquidiocese de Évora, D. Francisco José Senra Coelho presidiu a uma Solene Concelebração, com o cântico do Ofício de Vésperas, de agradecimento pelo dom da vida do P. Francisco Pacheco Alves. Na Eucaristia participaram os familiares, amigos e antigos paroquianos do Pe. Francisco.
O P. Francisco Pacheco Alves, de 86 anos de idade, faleceu na Quarta-feira, dia 8 de Julho de 2020.
O Funeral realizou-se na Quinta-feira, dia 9 de Julho, às 18h00, no Mosteiro de Ferreira, em Paços de Ferreira, tendo sido presidido por D. Armando Esteves Domingues, Bispo Auxiliar do Porto.
Nas exéquias foi lida a seguinte mensagem do Arcebispo de Évora:

“Exmo. e Rev.º Senhor
Dom Armando Esteves Domingues, saudações cordiais e votos de Saúde, Paz e Bem!
Pessoalmente e em nome da Arquidiocese de Évora, manifesto a nossa gratidão, por aceder presidir às Exéquias Fúnebres, do nosso muito querido e saudoso Padre Francisco Pacheco Alves, por quem o Presbitério Eborense, Diáconos Permanentes, Consagrados e Povo de Deus, guarda a melhor das memórias e neste dia do seu funeral lhe presta preito de homenagem, reconhecimento e gratidão e dedica a Deus preces de sufrágio pelo seu Eterno Repouso. Que seja glorificado por Deus entre os Homens bons, justos e evangélicos e que sempre participe com Cristo, Bom Pastor, na glória do Pai Eterno, pois com a ajuda da Graça de Deus, venceu o Bom Combate da exigente tormenta dos que decidem responder SIM ao chamamento de Deus e viver como Discípulos de Cristo.
O Padre Francisco Pacheco Alves nasceu a 19/08/1933 (Ferreira, Paços de Ferreira) e foi ordenado a 29/06/1959 na Basílica Metropolitana de Évora por D. Manuel Trindade Salgueiro. Celebrou a sua Missa Nova em 02/07/1959 em S. Pedro de Ferreira. Da sua longa dádiva de vida como Presbítero destaca-se:
•1959 – Coadjutor de Vendas Novas;
•1960 – Pároco de Vera Cruz e Alqueva;
•1981 – Pároco de Oriola, Alqueva e Capelania do Hospital de Portel;
•1983 – Vigário coadjutor de N. ª Senhora da Lagoa (Portel) e Nossa Sr.ª das Neves (Amieira);
•1984 – Pároco de Santo António (Monforte), Vaiamonte e Assumar durante 15 anos;
•2000 – Pároco de Aviz, Benavila, S. António (Alcórrego) e Casa Branca;
•2015 – Mantendo as anteriores Paróquias assumiu a Paróquia de Valongo;
•Em 2017, exausto regressou a Paços de Ferreira, à sua amada terra natal de Ferreira.
O nosso querido Padre Francisco Pacheco Alves, pela escassez de Sacerdotes, tão marcante nestas terras Alentejanas, trabalhou até ao fim e até às suas últimas forças. Caracterizou-o a fidelidade aos pedidos dos seus Prelados, o Amor à Igreja, o espírito empreendedor e inovador nas diversas Igrejas, Capelas e casas paroquiais por onde passou, foi o homem das obras. Sacerdote de vida sóbria, modesto e pobre, tinha sempre palavras e gestos de caridade perante os mais pobres.
Discípulo do Santo Arcebispo de Évora Dom Manuel Mendes da Conceição Santos e da Serva de Deus Sílvia Cardoso, que o trouxe para o Seminário de Évora, percebia-se que foi forjado e temperado na Escola dos Santos, sendo por isso Pastor zeloso e infatigável, à Maneira de Maria, Um Sim generoso.
Desejo apresentar sentidas condolências à sua estimada Irmã, que o acompanhou por estes trilhos exigentes e muitas vezes pobres do Alentejo. Muito obrigado querida Irmã, pois fostes a companheira de Jesus em nossos dias. Que o nosso Padre Francisco Pacheco interceda agora por nós no Céu.
Para todos os seus irmãos e demais familiares os nossos respeitosos cumprimentos de sentidas condolências. Estendemos os mesmos sentimentos de dor, iluminada pela Esperança de Cristo, ao Rev.º Pároco de Ferreira que sempre o viu como irmão predileto e agradecemos tudo o que ele e a comunidade Paroquial fizeram pelo Padre Francisco Pacheco.
(…) Que o Padre Francisco Pacheco descanse em Paz!”

 

Contactos