Arquidiocese de Évora: Convívios Fraternos convidam a não adormecer

Por vezes quando olhamos para a nossa vida percebemos que andamos anestesiados e adormecidos… mas Jesus diz-nos: “​Stay Awake – Mantém-te acordado!​”.

Manter-se acordado não é fácil; antes, é uma coisa muito difícil: é natural dormir de noite. Não o conseguiram os discípulos de Jesus, a quem Ele dissera que vigiassem (…) Não velaram. Adormeceram. O mesmo torpor pode descer também sobre nós. (Papa Francisco, homilia 29 de novembro de 2020)

Nos passados dias 27, 28 e 29 de dezembro realizou-se a atividade online ​“Stay Awake”​. Cerca de 85 convivas da nossa diocese (e de algumas outras) foram desafiados a parar e ir ao encontro, reacendendo a chama da fé e comprometendo-se a não adormecer.

Estes três dias terminaram com uma vigília de oração, em formato digital. Nesta vigília os convivas tiveram a oportunidade de passar por todos os espaços (físicos e espirituais) de um Convívio Fraterno, pedindo as Graças necessárias para continuar a fazer O caminho, dando passos cada vez mais seguros.

“Esta atividade do StayAwake foi um autêntico desafio. Volvidos 2 anos do meu convívio foi voltar a passar por tudo como se o revivesse, se voltasse aqueles dias e a encarar aquelas pessoas de novo. Foi descoberta e encontro, paz e discernimento, alegria, tempo, foi uma mística de coisas que me levaram de novo à meta: Um Deus de amor que está comigo em toda a hora da minha vida e que me quer viva e ativa, sempre pronta e desperta, alegre e vigilante, o Deus ao lado do qual a minha vida vale realmente a pena.” Maria Margarida Cabeça, CF 1372

“Num ano atípico e diferente de tudo o que estamos habituados a viver, surgiu na Arquidiocese de Évora uma proposta transversal a todos os convivas, como forma de reviver o Convívio Fraterno.
Foram 3 dias de reflexão, de partilha e de experiências guiados pela equipa diocesano. Embora noutra dimensão mas à semelhança do nosso Convívio Fraterno, fomos desembrulhando a pouco e pouco o Cristo que um dia encontrámos e com o qual vivemos o quarto dia, uns há mais tempo, outros há menos tempo.
Ficou o compromisso de, apesar de todos os nossos medos e receios, devido aos tempos de hoje, não esquecermos o Cristo que levamos em nós e o mostrarmos ao mundo, onde quer que estejamos, indo p´lo mundo mostrar a nossa herança.
“Porque onde 2 ou 3 estiverem reunidos em meu nome, aí estarei eu no meio deles.” (Mt 18, 20)” Nuno Rente CF 712

 

 

 

Contactos