Elvas e Évora: VIVEU-SE, NOVAMENTE, VERDADEIRO ESPÍRITO CURSILHISTA

Decorreu entre os dias 12 e 15 de Janeiro, em Elvas, o Cursilho n.º 138 de Senhoras, da Arquidiocese de Évora, que contou com a participação de 15 «novas».

O Encerramento, excecionalmente organizado pelo Centro de Ultreia de Évora, aconteceu na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, Bacelo-Évora, no passado domingo, dia 15 de Janeiro, e contou com a presença de centenas de cursilhistas dos vários centros de ultreia da Arquidiocese.

A forte e perseverante militância, após o fracasso da não concretização de um cursilho por falta de inscritos, a possibilidade do reencontro, após os tempos difíceis da pandemia, e a entrega total, de todos quantos participaram neste evento, permitiram que se voltasse a viver o verdadeiro Espírito Cursilhista, e esta forte participação foi, inclusivamente, destacada pelo Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho, que presidiu às cerimónias.

 

D. Francisco Senra Coelho, Arcebispo de Évora, bem como o Presidente do Secretariado Arquidiocesano do MCC, David Rodrigues, aproveitaram ainda a ocasião para relembrar que «Cristo conta connosco e nós, sempre, com a sua Graça» para, assim, convidartodos os cursilhistas à forte intendência pelo Cursilho n.º 168 de Homens, que decorre entre os dias 16 e 19 de Fevereiro, e massiva participação no encerramento, que se realiza em Estremoz, no dia 19 de Fevereiro.

 

Contactos