ENCONTROS na Igreja de São Francisco

A Igreja de São Francisco de Évora e a Escola Secundária André de Gouveia juntaram-se para desenvolver uma série de visitas guiadas a alunos do ensino secundário, com o propósito de complementar os objetivos teóricos dos currículos escolares com uma componente prática de aproximação e sensibilização patrimonial. Pretendeu-se despertar-lhes a curiosidade e a perceção da riqueza cultural, histórica e material da cidade, e desta igreja em particular, que é herança de todos e pela qual passam todos os dias.

Enquadrada na disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, tentou-se dotar a visita de um contexto pedagógico específico relacionando-a com o Ciclo Litúrgico da Páscoa, que terminou nesta solenidade do Pentecostes. Deste modo, as representações da Paixão de Cristo que existem no conjunto franciscano serviram de fio condutor para se percorrer o edifício, a memória histórica, artística e religiosa, sublinhando a multiplicidade de leituras possíveis num edifício desta natureza e cujas raízes se fundam no longínquo século XIII.

Foi interessante notar que muito poucos alunos tinham algum dia entrado neste monumento, o mais visitado da cidade, e uma percentagem ainda menor sabia do Palácio Real aqui instalado nos séculos XV/XVI ou do seu contributo para elevar Évora à categoria de segunda cidade do reino. Os benefícios da presença assídua dos reis e da corte são claros e estão plasmados na quantidade e qualidade do património da cidade, reconhecida em 1986 com a classificação de Património Mundial pela UNESCO.

Abrir as portas dos monumentos às novas gerações e tentar fazer com que os visitem com regularidade é garantir a preservação dos mesmos e da memória coletiva. Desta vez fomos ao ENCONTRO da Paixão de Cristo no legado material e espiritual de São Francisco de Assis. Para breve outros ENCONTROS.

Susana Nogueira
(Igreja de São Francisco)

João Carapito
(Escola Secundária André de Gouveia)

 

Contactos