11 de Abril: Festa da Divina Misericórdia

Chegou a Grande Festa da Salvação de muitas Almas!!!!

A Festa da Divina Misericórdia

                A Novena começou dia 2 de Abril.

Helena Kowalska nasceu na Polónia em 1905, sendo a terceira filha, de uma família de dez irmãos.

 Com apenas sete anos, é chamada por Cristo, para a vida religiosa e aos dezoito anos, tenta entrar para o convento, contra a vontade de seus pais, e sem sucesso.

Em 1924, após ter tido mais uma visão de Nosso Senhor Jesus Cristo, pregado na cruz e em agonia, saiu de casa e entrou no convento.

A sua vida de clausura, não foi um mar de rosas, antes pelo contrário, era acompanhada de muitos martírios, não somente provocados por algumas companheiras, mas também pela doença, que mais tarde e ainda bem jovem, a haveria de matar.

As muitas dores que sofria, oferecia-as pelos mais pobres. Todas os seus sofrimentos tinham uma finalidade.

 A sua curta vida no convento foi muito severa, mas cheia de generosidade, amor e piedade pelo próximo e tentando em tudo, cumprir a vontade de Deus.

Morreu no dia 5 de Outubro de 1938, com apenas 33 anos.

No dia 30 de Abril de 2000, foi canonizada como Santa Faustina Kowalska, por S. João Paulo II.

Estando um dia em oração, já como irmã da Congregação de Nossa Senhora da Misericórdia, teve a visão de Jesus, Vestido de branco e de Seu Coração brotavam, dois raios de luz, um branco como a água e outro, vermelho como o sangue.

E Jesus ensinou-lhe tudo o que deveria divulgar, sobre a Sua Misericórdia Divina.

Disse-lhe que queria que fosse celebrada em todo o mundo, a Festa da Sua Divina Misericórdia, que consistiria no seguinte:

– Numa preparação para a Festa, acompanhada da novena;

– Na oração do terço da Divina Misericórdia (abaixo indicado);

– Na veneração da Imagem de Jesus da Divina Misericórdia (que Ele lhe pediu para ser pintada tal como ela O via)

– e na consagração á Divina Misericórdia

Esta preparação devía começar na sexta-feira da Paixão de Cristo (na Semana Santa) e só terminaria, nove dias depois, ou seja, no sábado, nas vésperas da Festa da Divina Misericórdia, no domingo branco.

 No domingo, teremos que fazer uma boa confissão, participar na missa, comungar e fazer todas as orações da novena, menos a intenção do dia e terminar com uma oração pelo Santo Padre e suas intenções. Pedimos a Deus as Indulgências plenas, que se aconselha, oferecer em sufrágio das Almas do Purgatório.

Jesus prometeu-lhe, que se alcançariam grandes Graças, através da Sua Divina Misericórdia, sendo a que mais tem atraído os leigos, o perdão não somente dos nossos pecados, por piores que sejam, mas também os castigos pelos mesmos, que teríamos que pagar no Purgatório, ou seja, receberíamos uma indulgência plena.

Jesus fala em que receberíamos como que, um segundo baptismo, em que todos os nossos pecados e penas, seriam lavados pela Sua Misericórdia Divina.

No Diário de Santa Faustina Kowalska, aparece toda a sua Auto-biografia e toda a história e as mensagens de Jesus, dadas a esta grande Santa.

Nas livrarias religiosas, também se encontram à venda, pequenos livrinhos que nos guiam durante toda a novena, contento as intenções diárias.

 A novena começou no dia 2 de Abril.

Páscoa Feliz!

M.F.H.

  O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-14-809x1024.png

Contactos