O Arcebispo de Évora veio dançar connosco

No passado dia 3 de dezembro, o Arcebispo de Évora visitou a ASCTE e entrou na nossa roda! Dom Francisco Senra participou na “Dança Sentida”, apresentação que teve como objetivo assinalar o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência comemorado internamente. A dança decorreu no salão da instituição e, em forma de círculo, todos deram as mãos e convergiram para um ponto central, num gesto que visou simbolizar a união fraterna. Na mensagem a propósito do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, publicada no site da Arquidiocese de Évora, Dom Francisco Senra sublinhou a importância de caminharmos juntos sempre no respeito pela diversidade e capacidade de cada um. Deixou um abraço a todas as famílias e destacou o papel das instituições dedicadas ao acolhimento, promoção humana e inserção social de pessoas com deficiência.
Foi uma honra contarmos com a presença do Senhor Arcebispo de Évora nesta dança e desejamos que mais momentos destes possam acontecer.
Muito obrigada, Dom Francisco Senra, pela calorosa presença!

Sobre a Associação Sócio Cultural Terapêutica de Évora (ASCTE)

A ASCTE é uma IPSS edificada em meio rural, rodeada de uma bonita e tranquila paisagem alentejana. Adotou um estilo próprio de trabalho, em que tudo se faz com e para os seus utentes, sempre com o objetivo de evitar a frustração e a insegurança dos mesmos, respeitando as suas necessidades individuais. Tem uma escola de ensino especial, Escola São Francisco de Assis, fundada em 1989, que responde às necessidades dos alunos em idade escolar visando estimular-lhes a leitura, a escrita e o cálculo numa perspetiva funcional.
Em Outubro de 2018, a Escola São Francisco de Assis foi distinguida como Eco Escola devido às várias ações que tem vindo a realizar no âmbito de uma educação ambiental sustentável, estando esta incluída no programa curricular dos alunos (as) e, num âmbito mais holístico, fazendo parte da formação integral dos utentes.
A ASCTE abriu a loja Mó, no Centro Histórico de Évora em 1997, para expor e vender as peças feitas pelos utentes nos ateliers e conta com duas lavandarias, Ecolava I e II, também situadas em Évora, onde os utentes mais autónomos fazem um trabalho socialmente útil.
Graças à concretização destes dois projetos, loja e duas lavandarias, a ASCTE é reconhecida, desde janeiro de 2015, como uma iniciativa de “Elevado Potencial de Empreendedorismo Social” pelo Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social (MIES), um projeto desenvolvido pela Social Business School e pelo Instituto Padre António Vieira, em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, com a Fundação EDP e com o Programa Operacional de Competitividade Compete.

 

Contactos