Palavra ao nosso Arcebispo: Peregrinação Nacional Missionária a Fátima (20 de Outubro)

Ao comemorar-se dia 30 de Novembro do corrente ano de 2019, o primeiro centenário da promulgação da Carta Apostólica “Maximum illud“, com a qual o Papa Bento XV “quis dar novo impulso à  responsabilidade missionária de anunciar o Evangelho”, logo após a conclusão do terrível primeiro conflito mundial, que durou de 1914 a 1918, e que o próprio Papa definiu de “massacre inútil”; impulso missionário esse que advém do facto de “a Igreja de Deus ser universal e nenhum povo lhe ser estranho”, o Papa Francisco, interpelado pelo gesto do seu antecessor, discerniu como desafio oportuno, proclamar este Outubro, como “Mês Missionário Extraordinário”, que num desejo de renovação pastoral, os Bispos de Portugal quiseram envolver num Ano Missionário assumido por toda a Igreja portuguesa. Eis-nos a viver um dos principais momentos do Mês Missionário Extraordinário de Outubro e do Ano Missionário para Portugal: a Peregrinação Nacional Missionária a Fátima.

Saúdo cada peregrino e cada comunidade ou grupo que desta Arquidiocese de Évora que parte em Peregrinação para Fátima neste 20 de Outubro. Que peregrinemos com o Sim e a disponibilidade de Maria, na beleza missionária do anúncio testemunhado da alegria do Evangelho!

Rezo, para que todos regressemos desta experiência de Igreja alargada, comprometidos com o desafio do Ano Pastoral: Discípulos Missionários da Esperança pelo acolhimento e pela procura.

Levo no meu coração de pastor todos os irmãos e irmãs que não irão a Fátima; rezarei sobretudo pelos Padres, Diáconos e Consagrados, pelas famílias, pelos jovens e pelas vocações, pelos idosos, pelos doentes e sós.
Para todos a certeza da minha fraterna comunhão.

+Francisco José, Arcebispo de Évora
apostolosCoracao_fatima-390x260
apostolosCoracao

Contactos