Palavra do nosso Arcebispo: Irmãs Concepcionistas de Campo Maior estão de parabéns

A liturgia da Igreja celebra, dia 17 de Agosto, a Memória Litúrgica de Santa Beatriz da Silva, sendo no interior da Ordem Concepcionista celebrada como Solenidade Litúrgica.

A Santa Alentejana nasceu em Campo Maior em 1426, sendo seu Pai D. Rui Gomes da Silva, Alcaide mor da Vila e conselheiro do Rei, e sua mãe, D. Isabel Meneses, assumindo como nome próprio e apelidos, D. Beatriz da Silva e Meneses. A Santa era Irmã do Beato Amadeu da Silva.

Pela bula “Inter Universa”, o Papa Inocêncio VIII, em 1489, autorizou a Santa a fundar a Ordem da Imaculada Conceição. Três anos mais tarde, a 9 de Agosto de 1492, Beatriz da Silva faleceu em Toledo.

Foi beatificada por Pio XI, a 28 de junho de 1926, e canonizada por S. Paulo VI, a 3 de Outubro de 1976.

Junto-me aos Cristãos da Arquidiocese, louvando o Senhor pelas monjas Concepcionistas, há 75 anos em Campo Maior, e imploramos a intercessão de Santa Beatriz para a renovação vocacional da vida religiosa em toda a Igreja, nomeadamente feminina. Ela que continua a atrair tantas jovens para o seu Carisma, nos ajude a fazer compreender a beleza da consagração a Deus e a necessidade de continuarmos tantos outros Carismas suscitados pelo Espírito Santo na Sua Igreja.

Ela que tanto amou Nossa Senhora da Conceição, nos ensine também a viver o Ano Jubilar (375 anos da Coroação de Nossa Senhora da Conceição, venerada em Vila Viçosa, como Padroeira de Portugal), renovando através d’Ela a Aliança Cristã da nossa Pátria.

Parabéns, estimadas Irmãs Concepcionistas, nesta festividade da vossa fundadora e Santa da Igreja Universal. Bendito seja Deus por cada uma de vós.

+ Francisco José, Arcebispo de Évora

Contactos